Danças Berberes
  do Marrocos e Tunísia

Os berberes são habitantes originalmente do Marrocos que acreditam em espíritos, o que faz o estudo dessas danças interessantes, pois as danças dos berberes têm como finalidade o estado de transe.

O uso de movimentos repetitivos e o crescente da música cria um estado hipnótico nos dançarinos e na platéia.

O Guedra, dança marroquina, merece destaque devido a natureza extaordinária dos movimentos nas mãos e dedos, de acordo com a cadência e harmonia criadas pela música. Os ombros e peitos seguem as batidas da percussão, enquanto a cabeça se move lentamente.

Geralmente o "Guedra" é praticado por habitantes de tribos do interior ou pelos "chikhat" (cantores, dançarinos e músicos profissionais), que começam de pé em círculo cantando e batendo palmas. Usam roupas pretas ou azuis escuras e a cabeça coberta por véus da mesma cor. As mulheres podem adornar os cabelos com conchas ou sementes.

No ritual, uma mulher entra no círculo e retira os véus da cabeça enquanto dança. O ritmo é acelerado e a bailarina vai entrando no estado de transe, fechando os olhos e se entregando à magia criada no momento. Quando chegar à exaustão, devido ao esforço físico e emocional, ela sai do círculo e outra entra no seu lugar.

O objetivo final deste tipo de dança é sentir um profundo relaxamento e a cura terapêutica.

Na Tunísia encontra-se outra dança de transe chamada "Stambali", dançada pelos negros nos santuários em honra ao santo Sidi Saad.

   Danças Folclóricas
Rua João Dalfovo, 713, B. Pio X - E-maill: [email protected]

WebDesign: Priscila Brinker - E-mail: [email protected] - WebMaster: Raquel Machado - Contato: WebRoses