Meleya Laff

Meleya Laff quer dizer "lenço enrolado".

A origem desta dança vem dos subúrbios do Cairo, no Egito, onde as mulheres têm o costume de se enrolar no "meleya" (grande lenço preto) para sair às ruas, seguindo uma moda que surgiu nos anos 20.

A amarração padrão passa o meleya por baixo dos seios,
prendendo uma ponta embaixo de um dos braços
enquanto a outra ponta passa por cima da cabeça
e é segurada pela mão.

Durante a dança, a bailarina puxa o meleya para que
este se ajuste ao corpo, ressaltando suas formas femininas,
pode soltá-lo porém dança com ele nas mãos até o final.

É comum usar o "chador", pequeno lenço de crochê cobrindo o rosto, que também pode ser retirado no decorrer da apresentação.

Outra observação interessante é o ato de mascar chiclete durante a dança, pois as egípcias tradicionalmente mascam goma de miske.

O jeito de andar, os movimentos com o meleya, o ato de mascar chiclete, a música sempre bem alegre e festiva são fatores importantes que caracterizam o jeito das garotas "baladi" do Egito, fazendo do Meleya Laff uma dança cheia de estereótipos, onde quem dança deve expressar charme e uma pitada de ousadia.

   Danças Folclóricas
Rua João Dalfovo, 713, B. Pio X - E-maill: [email protected]

WebDesign: Priscila Brinker - E-mail: [email protected] - WebMaster: Raquel Machado - Contato: WebRoses