Saidi

A origem desta dança está numa região do Egito chamada "Al Saaid". Originalmente esta dança pertencia ao repertório masculino chamada "Tahteeb", onde os homens utilizam longos bastões ("shouma"), feitos de cana-de-açúcar ou bambu, demonstrando força e virilidade. Com características marciais, era um duelo na forma de dança, pois em tempos remotos o bastão era usado por fazendeiros desta região como uma arma de defesa e ataque nas lutas e combates.

A versão feminina surgiu posteriormente, numa tentativa das mulheres de imitar os homens. Chama-se "Raks B`lassay", e devido a isso os movimentos são fortes, precisos, com saltitos e pulos.

As mulheres podem dançar utilizando o mesmo bastão dos homens ou uma bengala de pastoreio.

O ritmo que acompanha este folclore chama-se "Saaid", em árabe significa feliz, alegre.

Os instrumentos mais antigos e típicos para o "Saaid" são "tabl" (instrumento de percussão, parecido com um grande tambor), o "mizmar" (instrumento folclórico de sopro) e o "rababa" (viola de 1 ou 2 acordes tocado com um arco feito de crina).

Hoje em dia este folclore é conhecido mundialmente e vem fazendo parte das apresentações de Dança Oriental.

   Danças Folclóricas
Rua João Dalfovo, 713, B. Pio X - E-maill: [email protected]

WebDesign: Priscila Brinker - E-mail: [email protected] - WebMaster: Raquel Machado - Contato: WebRoses